Janine Regina Notícias Vinho Brasileiro Vinhos

A Capital Federal na Rota do Vinho

A Capital Federal na Rota do Vinho
Janine Regina
Escrito por Janine Regina

A Capital Federal na Rota do Vinho
Não há dúvidas que o Brasil é um grande produtor de vinhos, mas ao se falar em produção nacional é comum lembrarmos da região sul do país, pois esta realmente é a maior produtora de vinho finos. Entretanto, além da região sul, também há produção de vinhos nas regiões nordeste, sudeste e centro-oeste do país. Neste texto serão abordadas as peculiaridades e o crescimento da produção na região centro-oeste, com ênfase para o Distrito Federal.

O cerrado tem ganhado espaço na viticultura brasileira. O clima tropical, verões chuvosos e invernos secos, a boa amplitude térmica, dias quentes e noites frias, fazem com que as uvas tenham um amadurecimento ideal para a produção de vinhos. Ao contrário da região sul do país, no cerrado brasileiro é comum a colheita de inverno, ou seja, a videira dorme no verão e o crescimento e maturação tende a ocorrer no outono e inverno. Para que isso ocorra, é utilizado o sistema de dupla poda, também conhecido como poda invertida.

A uva Syrah adaptou-se muito bem ao clima do cerrado e é uma das mais plantadas na região. No entorno do Distrito Federal, no município de Cocalzinho, a vinícola Pirineus impulsionou o mercado de vinho com seus vinhos Intrépido (Syrah) e Bandeiras (Barbera), produzidos pelo sommelier Marcelo de Souza.

Brasília já teve seu primeiro vinho produzido no Projeto de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), o Seu Claudino, um Syrah feito pelo produtor Ronaldo Triacca. A grande novidade do cerrado é a união de dez produtores amigos e admiradores de vinhos, sendo eles Casa Vitor, Ercoara – Cordeiro e Vinho, Hartus Vinhos e Vinhedos do Planalto, Marchese Vinhos e Vinhedo, Miro Vinhos e Vinhedo, Oma Sena Vinhos e Vinhedo, Toscana do Cerrado, Villa Triacca Eco Pousada e Vinhos e Vista da Mata, que criaram a Vinícola Brasília. A ideia, porém, é que cada propriedade prepare um rótulo próprio para ser disponibilizado ao mercado, há também a proposta de se produzir um blend com uvas de todos os produtores. Além da produção de vinhos, a Vinícola Brasília tem como objetivo impulsionar o enoturismo na capital federal.

Em poucas palavras, com um pouco da evolução da fabricação de vinho no Distrito Federal nota-se o Brasil mostrando sua diversidade e, para você amante de vinho, em breve será possível explorar a região e degustar os rótulos elaborados na capital federal.

A Capital Federal na Rota do Vinho.

Sobre o autor(a)

Janine Regina

Janine Regina

Mãe, esposa, formada em educação , servidora pública, amante de vinho e de boa gastronomia. Sommelière em formação, WSET e Curso Preparatório para Sommelier - UPIS. Compartilho minhas experiências no Instagram @rainhadovinho. Vamos trocar conhecimento nesse vasto mundo dos vinhos.